Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 141

Infant Grabbing Man's Finger

1. SENHOR, a ti clamo, dá-te pressa em me acudir; inclina os ouvidos à minha voz, quando te invoco.
2. Suba à tua presença a minha oração, como incenso, e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina.
3. Põe guarda, SENHOR, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios.
4. Não permitas que meu coração se incline para o mal, para a prática da perversidade na companhia de homens que são malfeitores; e não coma eu das suas iguarias.
5. Fira-me o justo, será isso mercê; repreenda-me, será como óleo sobre a minha cabeça, a qual não há de rejeitá-lo. Continuarei a orar enquanto os perversos praticam maldade.
6. Os seus juízes serão precipitados penha abaixo, mas ouvirão as minhas palavras, que são agradáveis,
7. ainda que sejam espalhados os meus ossos à boca da sepultura, quando se lavra e sulca a terra.
8. Pois em ti, SENHOR Deus, estão fitos os meus olhos: em ti confio; não desampares a minha alma.
9. Guarda-me dos laços que me armaram e das armadilhas dos que praticam iniqüidade.
10. Caiam os ímpios nas suas próprias redes, enquanto eu, nesse meio tempo, me salvo incólume.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 93

1. Reina o SENHOR. Revestiu-se de majestade; de poder se revestiu o SENHOR e se cingiu. Firmou o mundo, que não vacila.
2. Desde a antiguidade, está firme o teu trono; tu és desde a eternidade.
3. Levantam os rios, ó SENHOR, levantam os rios o seu bramido; levantam os rios o seu fragor.
4. Mas o SENHOR nas alturas é mais poderoso do que o bramido das grandes águas, do que os poderosos vagalhões do mar.
5. Fidelíssimos são os teus testemunhos; à tua casa convém a santidade, SENHOR, para todo o sempre.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 149

1. Aleluia! Cantai ao SENHOR um novo cântico e o seu louvor, na assembléia dos santos.
2. Regozije-se Israel no seu Criador, exultem no seu Rei os filhos de Sião.
3. Louvem-lhe o nome com flauta; cantem-lhe salmos com adufe e harpa.
4. Porque o SENHOR se agrada do seu povo e de salvação adorna os humildes.
5. Exultem de glória os santos, no seu leito cantem de júbilo.
6. Nos seus lábios estejam os altos louvores de Deus, nas suas mãos, espada de dois gumes,
7. para exercer vingança entre as nações e castigo sobre os povos;
8. para meter os seus reis em cadeias e os seus nobres, em grilhões de ferro;
9. para executar contra eles a sentença escrita, o que será honra para todos os seus santos. Aleluia!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 148

1. Aleluia! Louvai ao SENHOR do alto dos céus, louvai-o nas alturas.
2. Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas legiões celestes.
3. Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes.
4. Louvai-o, céus dos céus e as águas que estão acima do firmamento.
5. Louvem o nome do SENHOR, pois mandou ele, e foram criados.
6. E os estabeleceu para todo o sempre; fixou-lhes uma ordem que não passará.
7. Louvai ao SENHOR da terra, monstros marinhos e abismos todos;
8. fogo e saraiva, neve e vapor e ventos procelosos que lhe executam a palavra;
9. montes e todos os outeiros, árvores frutíferas e todos os cedros;
10. feras e gados, répteis e voláteis;
11. reis da terra e todos os povos, príncipes e todos os juízes da terra;
12. rapazes e donzelas, velhos e crianças.
13. Louvem o nome do SENHOR, porque só o seu nome é excelso; a sua majestade é acima da terra e do céu.
14. Ele exalta o poder do seu povo, o louvor de todos os seus santos, dos filhos de Israel, povo que lhe é chegado. Aleluia!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 147

1. Louvai ao SENHOR, porque é bom e amável cantar louvores ao nosso Deus; fica-lhe bem o cântico de louvor.
2. O SENHOR edifica Jerusalém e congrega os dispersos de Israel;
3. sara os de coração quebrantado e lhes pensa as feridas.
4. Conta o número das estrelas, chamando-as todas pelo seu nome.
5. Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o seu entendimento não se pode medir.
6. O SENHOR ampara os humildes e dá com os ímpios em terra.
7. Cantai ao SENHOR com ações de graças; entoai louvores, ao som da harpa, ao nosso Deus,
8. que cobre de nuvens os céus, prepara a chuva para a terra, faz brotar nos montes a erva
9. e dá o alimento aos animais e aos filhos dos corvos, quando clamam.
10. Não faz caso da força do cavalo, nem se compraz nos músculos do guerreiro.
11. Agrada-se o SENHOR dos que o temem e dos que esperam na sua misericórdia.
12. Louva, Jerusalém, ao SENHOR; louva, Sião, ao teu Deus.
13. Pois ele reforçou as trancas das tuas portas e abençoou os teus filhos, dentro de ti;
14. estabeleceu a paz nas tuas fronteiras e te farta com o melhor do trigo.
15. Ele envia as suas ordens à terra, e sua palavra corre velozmente;
16. dá a neve como lã e espalha a geada como cinza.
17. Ele arroja o seu gelo em migalhas; quem resiste ao seu frio?
18. Manda a sua palavra e o derrete; faz soprar o vento, e as águas correm.
19. Mostra a sua palavra a Jacó, as suas leis e os seus preceitos, a Israel.
20. Não fez assim a nenhuma outra nação; todas ignoram os seus preceitos. Aleluia!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 146

1. Aleluia! Louva, ó minha alma, ao SENHOR.
2. Louvarei ao SENHOR durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus, enquanto eu viver.
3. Não confieis em príncipes, nem nos filhos dos homens, em quem não há salvação.
4. Sai-lhes o espírito, e eles tornam ao pó; nesse mesmo dia, perecem todos os seus desígnios.
5. Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no SENHOR, seu Deus,
6. que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e mantém para sempre a sua fidelidade.
7. Que faz justiça aos oprimidos e dá pão aos que têm fome.
8. O SENHOR abre os olhos aos cegos, o SENHOR levanta os abatidos, o SENHOR ama os justos.
9. O SENHOR guarda o peregrino, ampara o órfão e a viúva, porém transtorna o caminho dos ímpios.
10. O SENHOR reina para sempre; o teu Deus, ó Sião, reina de geração em geração. Aleluia!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 145

1. Exaltar-te-ei, ó Deus meu e Rei; bendirei o teu nome para todo o sempre.
2. Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre.
3. Grande é o SENHOR e mui digno de ser louvado; a sua grandeza é insondável.
4. Uma geração louvará a outra geração as tuas obras e anunciará os teus poderosos feitos.
5. Meditarei no glorioso esplendor da tua majestade e nas tuas maravilhas.
6. Falar-se-á do poder dos teus feitos tremendos, e contarei a tua grandeza.
7. Divulgarão a memória de tua muita bondade e com júbilo celebrarão a tua justiça.
8. Benigno e misericordioso é o SENHOR, tardio em irar-se e de grande clemência.
9. O SENHOR é bom para todos, e as suas ternas misericórdias permeiam todas as suas obras.
10. Todas as tuas obras te renderão graças, SENHOR; e os teus santos te bendirão.
11. Falarão da glória do teu reino e confessarão o teu poder,
12. para que aos filhos dos homens se façam notórios os teus poderosos feitos e a glória da majestade do teu reino.
13. O teu reino é o de todos os séculos, e o teu domínio subsiste por todas as gerações.
14. O SENHOR sustém os que vacilam e apruma todos os prostrados.
15. Em ti esperam os olhos de todos, e tu, a seu tempo, lhes dás o alimento.
16. Abres a mão e satisfazes de benevolência a todo vivente.
17. Justo é o SENHOR em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras.
18. Perto está o SENHOR de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade.
19. Ele acode à vontade dos que o temem; atende-lhes o clamor e os salva.
20. O SENHOR guarda a todos os que o amam; porém os ímpios serão exterminados.
21. Profira a minha boca louvores ao SENHOR, e toda carne louve o seu santo nome, para todo o sempre.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 144

1. Bendito seja o SENHOR, rocha minha, que me adestra as mãos para a batalha e os dedos, para a guerra;
2. minha misericórdia e fortaleza minha, meu alto refúgio e meu libertador, meu escudo, aquele em quem confio e quem me submete o meu povo.
3. SENHOR, que é o homem para que dele tomes conhecimento? E o filho do homem, para que o estimes?
4. O homem é como um sopro; os seus dias, como a sombra que passa.
5. Abaixa, SENHOR, os teus céus e desce; toca os montes, e fumegarão.
6. Despede relâmpagos e dispersa os meus inimigos; arremessa as tuas flechas e desbarata-os.
7. Estende a mão lá do alto; livra-me e arrebata-me das muitas águas e do poder de estranhos,
8. cuja boca profere mentiras, e cuja direita é direita de falsidade.
9. A ti, ó Deus, entoarei novo cântico; no saltério de dez cordas, te cantarei louvores.
10. É ele quem dá aos reis a vitória; quem livra da espada maligna a Davi, seu servo.
11. Livra-me e salva-me do poder de estranhos, cuja boca profere mentiras, e cuja direita é direita de falsidade.
12. Que nossos filhos sejam, na sua mocidade, como plantas viçosas, e nossas filhas, como pedras angulares, lavradas como colunas de palácio;
13. que transbordem os nossos celeiros, atulhados de toda sorte de provisões; que os nossos rebanhos produzam a milhares e a dezenas de milhares, em nossos campos;
14. que as nossas vacas andem pejadas, não lhes haja rotura, nem mau sucesso. Não haja gritos de lamento em nossas praças.
15. Bem-aventurado o povo a quem assim sucede! Sim, bem-aventurado é o povo cujo Deus é o SENHOR!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 143

1. Atende, SENHOR, a minha oração, dá ouvidos às minhas súplicas. Responde-me, segundo a tua fidelidade, segundo a tua justiça.
2. Não entres em juízo com o teu servo, porque à tua vista não há justo nenhum vivente.
3. Pois o inimigo me tem perseguido a alma; tem arrojado por terra a minha vida; tem-me feito habitar na escuridão, como aqueles que morreram há muito.
4. Por isso, dentro de mim esmorece o meu espírito, e o coração se vê turbado.
5. Lembro-me dos dias de outrora, penso em todos os teus feitos e considero nas obras das tuas mãos.
6. A ti levanto as mãos; a minha alma anseia por ti, como terra sedenta.
7. Dá-te pressa, SENHOR, em responder-me; o espírito me desfalece; não me escondas a tua face, para que eu não me torne como os que baixam à cova.
8. Faze-me ouvir, pela manhã, da tua graça, pois em ti confio; mostra-me o caminho por onde devo andar, porque a ti elevo a minha alma.
9. Livra-me, SENHOR, dos meus inimigos; pois em ti é que me refugio.
10. Ensina-me a fazer a tua vontade, pois tu és o meu Deus; guie-me o teu bom Espírito por terreno plano.
11. Vivifica-me, SENHOR, por amor do teu nome; por amor da tua justiça, tira da tribulação a minha alma.
12. E, por tua misericórdia, dá cabo dos meus inimigos e destrói todos os que me atribulam a alma, pois eu sou teu servo.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 142

1. Ao SENHOR ergo a minha voz e clamo, com a minha voz suplico ao SENHOR.
2. Derramo perante ele a minha queixa, à sua presença exponho a minha tribulação.
3. Quando dentro de mim me esmorece o espírito, conheces a minha vereda.
4. Olha à minha direita e vê, pois não há quem me reconheça, nenhum lugar de refúgio, ninguém que por mim se interesse.
5. A ti clamo, SENHOR, e digo: tu és o meu refúgio, o meu quinhão na terra dos viventes.
6. Atende o meu clamor, pois me vejo muito fraco. Livra-me dos meus perseguidores, porque são mais fortes do que eu.
7. Tira a minha alma do cárcere, para que eu dê graças ao teu nome; os justos me rodearão, quando me fizeres esse bem.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 140

1. Livra-me, SENHOR, do homem perverso, guarda-me do homem violento,
2. cujo coração maquina iniqüidades e vive forjando contendas.
3. Aguçam a língua como a serpente; sob os lábios têm veneno de áspide.
4. Guarda-me, SENHOR, da mão dos ímpios, preserva-me do homem violento, os quais se empenham por me desviar os passos.
5. Os soberbos ocultaram armadilhas e cordas contra mim, estenderam-me uma rede à beira do caminho, armaram ciladas contra mim.
6. Digo ao SENHOR: tu és o meu Deus; acode, SENHOR, à voz das minhas súplicas.
7. Ó SENHOR, força da minha salvação, tu me protegeste a cabeça no dia da batalha.
8. Não concedas, SENHOR, ao ímpio os seus desejos; não permitas que vingue o seu mau propósito.
9. Se exaltam a cabeça os que me cercam, cubra-os a maldade dos seus lábios.
10. Caiam sobre eles brasas vivas, sejam atirados ao fogo, lançados em abismos para que não mais se levantem.
11. O caluniador não se estabelecerá na terra; ao homem violento, o mal o perseguirá com golpe sobre golpe.
12. Sei que o SENHOR manterá a causa do oprimido e o direito do necessitado.
13. Assim, os justos renderão graças ao teu nome; os retos habitarão na tua presença.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 139

1. SENHOR, tu me sondas e me conheces.
2. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos.
3. Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos.
4. Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, SENHOR, já a conheces toda.
5. Tu me cercas por trás e por diante e sobre mim pões a mão.
6. Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim: é sobremodo elevado, não o posso atingir.
7. Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face?
8. Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também;
9. se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares,
10. ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.
11. Se eu digo: as trevas, com efeito, me encobrirão, e a luz ao redor de mim se fará noite,
12. até as próprias trevas não te serão escuras: as trevas e a luz são a mesma coisa.
13. Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe.
14. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem;
15. os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra.
16. Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda.
17. Que preciosos para mim, ó Deus, são os teus pensamentos! E como é grande a soma deles!
18. Se os contasse, excedem os grãos de areia; contaria, contaria, sem jamais chegar ao fim.
19. Tomara, ó Deus, desses cabo do perverso; apartai-vos, pois, de mim, homens de sangue.
20. Eles se rebelam insidiosamente contra ti e como teus inimigos falam malícia.
21. Não aborreço eu, SENHOR, os que te aborrecem? E não abomino os que contra ti se levantam?
22. Aborreço-os com ódio consumado; para mim são inimigos de fato.
23. Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos;
24. vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 138

1. Render-te-ei graças, SENHOR, de todo o meu coração; na presença dos poderosos te cantarei louvores.
2. Prostrar-me-ei para o teu santo templo e louvarei o teu nome, por causa da tua misericórdia e da tua verdade, pois magnificaste acima de tudo o teu nome e a tua palavra.
3. No dia em que eu clamei, tu me acudiste e alentaste a força de minha alma.
4. Render-te-ão graças, ó SENHOR, todos os reis da terra, quando ouvirem as palavras da tua boca,
5. e cantarão os caminhos do SENHOR, pois grande é a glória do SENHOR.
6. O SENHOR é excelso, contudo, atenta para os humildes; os soberbos, ele os conhece de longe.
7. Se ando em meio à tribulação, tu me refazes a vida; estendes a mão contra a ira dos meus inimigos; a tua destra me salva.
8. O que a mim me concerne o SENHOR levará a bom termo; a tua misericórdia, ó SENHOR, dura para sempre; não desampares as obras das tuas mãos.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 137

1. Às margens dos rios da Babilônia, nós nos assentávamos e chorávamos, lembrando-nos de Sião.
2. Nos salgueiros que lá havia, pendurávamos as nossas harpas,
3. pois aqueles que nos levaram cativos nos pediam canções, e os nossos opressores, que fôssemos alegres, dizendo: Entoai-nos algum dos cânticos de Sião.
4. Como, porém, haveríamos de entoar o canto do SENHOR em terra estranha?
5. Se eu de ti me esquecer, ó Jerusalém, que se resseque a minha mão direita.
6. Apegue-se-me a língua ao paladar, se me não lembrar de ti, se não preferir eu Jerusalém à minha maior alegria.
7. Contra os filhos de Edom, lembra-te, SENHOR, do dia de Jerusalém, pois diziam: Arrasai, arrasai-a, até aos fundamentos.
8. Filha da Babilônia, que hás de ser destruída, feliz aquele que te der o pago do mal que nos fizeste.
9. Feliz aquele que pegar teus filhos e esmagá-los contra a pedra.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 136

1. Rendei graças ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.
2. Rendei graças ao Deus dos deuses, porque a sua misericórdia dura para sempre.
3. Rendei graças ao Senhor dos senhores, porque a sua misericórdia dura para sempre;
4. ao único que opera grandes maravilhas, porque a sua misericórdia dura para sempre;
5. àquele que com entendimento fez os céus, porque a sua misericórdia dura para sempre;
6. àquele que estendeu a terra sobre as águas, porque a sua misericórdia dura para sempre;
7. àquele que fez os grandes luminares, porque a sua misericórdia dura para sempre;
8. o sol para presidir o dia, porque a sua misericórdia dura para sempre;
9. a lua e as estrelas para presidirem a noite, porque a sua misericórdia dura para sempre;
10. àquele que feriu o Egito nos seus primogênitos, porque a sua misericórdia dura para sempre;
11. e tirou a Israel do meio deles, porque a sua misericórdia dura para sempre;
12. com mão poderosa e braço estendido, porque a sua misericórdia dura para sempre;
13. àquele que separou em duas partes o mar Vermelho, porque a sua misericórdia dura para sempre;
14. e por entre elas fez passar a Israel, porque a sua misericórdia dura para sempre;
15. mas precipitou no mar Vermelho a Faraó e ao seu exército, porque a sua misericórdia dura para sempre;
16. àquele que conduziu o seu povo pelo deserto, porque a sua misericórdia dura para sempre;
17. àquele que feriu grandes reis, porque a sua misericórdia dura para sempre;
18. e tirou a vida a famosos reis, porque a sua misericórdia dura para sempre;
19. a Seom, rei dos amorreus, porque a sua misericórdia dura para sempre;
20. e a Ogue, rei de Basã, porque a sua misericórdia dura para sempre;
21. cujas terras deu em herança, porque a sua misericórdia dura para sempre;
22. em herança a Israel, seu servo, porque a sua misericórdia dura para sempre;
23. a quem se lembrou de nós em nosso abatimento, porque a sua misericórdia dura para sempre;
24. e nos libertou dos nossos adversários, porque a sua misericórdia dura para sempre;
25. e dá alimento a toda carne, porque a sua misericórdia dura para sempre.
26. Oh! Tributai louvores ao Deus dos céus, porque a sua misericórdia dura para sempre.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 135

1. Aleluia! Louvai o nome do SENHOR; louvai-o, servos do SENHOR,
2. vós que assistis na Casa do SENHOR, nos átrios da casa do nosso Deus.
3. Louvai ao SENHOR, porque o SENHOR é bom; cantai louvores ao seu nome, porque é agradável.
4. Pois o SENHOR escolheu para si a Jacó e a Israel, para sua possessão.
5. Com efeito, eu sei que o SENHOR é grande e que o nosso Deus está acima de todos os deuses.
6. Tudo quanto aprouve ao SENHOR, ele o fez, nos céus e na terra, no mar e em todos os abismos.
7. Faz subir as nuvens dos confins da terra, faz os relâmpagos para a chuva, faz sair o vento dos seus reservatórios.
8. Foi ele quem feriu os primogênitos no Egito, tanto dos homens como das alimárias;
9. quem, no meio de ti, ó Egito, operou sinais e prodígios contra Faraó e todos os seus servos;
10. quem feriu muitas nações e tirou a vida a poderosos reis:
11. a Seom, rei dos amorreus, e a Ogue, rei de Basã, e a todos os reinos de Canaã;
12. cujas terras deu em herança, em herança a Israel, seu povo.
13. O teu nome, SENHOR, subsiste para sempre; a tua memória, SENHOR, passará de geração em geração.
14. Pois o SENHOR julga ao seu povo e se compadece dos seus servos.
15. Os ídolos das nações são prata e ouro, obra das mãos dos homens.
16. Têm boca e não falam; têm olhos e não vêem;
17. têm ouvidos e não ouvem; pois não há alento de vida em sua boca.
18. Como eles se tornam os que os fazem, e todos os que neles confiam.
19. Casa de Israel, bendizei ao SENHOR; casa de Arão, bendizei ao SENHOR;
20. casa de Levi, bendizei ao SENHOR; vós que temeis ao SENHOR, bendizei ao SENHOR.
21. Desde Sião bendito seja o SENHOR, que habita em Jerusalém! Aleluia!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 134

1. Bendizei ao SENHOR, vós todos, servos do SENHOR, que assistis na Casa do SENHOR, nas horas da noite;
2. erguei as mãos para o santuário e bendizei ao SENHOR.
3. De Sião te abençoe o SENHOR, criador do céu e da terra!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 133

1. Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!
2. É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes.
3. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 132

1. Lembra-te, SENHOR, a favor de Davi, de todas as suas provações;
2. de como jurou ao SENHOR e fez votos ao Poderoso de Jacó:
3. Não entrarei na tenda em que moro, nem subirei ao leito em que repouso,
4. não darei sono aos meus olhos, nem repouso às minhas pálpebras,
5. até que eu encontre lugar para o SENHOR, morada para o Poderoso de Jacó.
6. Ouvimos dizer que a arca se achava em Efrata e a encontramos no campo de Jaar.
7. Entremos na sua morada, adoremos ante o estrado de seus pés.
8. Levanta-te, SENHOR, entra no lugar do teu repouso, tu e a arca de tua fortaleza.
9. Vistam-se de justiça os teus sacerdotes, e exultem os teus fiéis.
10. Por amor de Davi, teu servo, não desprezes o rosto do teu ungido.
11. O SENHOR jurou a Davi com firme juramento e dele não se apartará: Um rebento da tua carne farei subir para o teu trono.
12. Se os teus filhos guardarem a minha aliança e o testemunho que eu lhes ensinar, também os seus filhos se assentarão para sempre no teu trono.
13. Pois o SENHOR escolheu a Sião, preferiu-a por sua morada:
14. Este é para sempre o lugar do meu repouso; aqui habitarei, pois o preferi.
15. Abençoarei com abundância o seu mantimento e de pão fartarei os seus pobres.
16. Vestirei de salvação os seus sacerdotes, e de júbilo exultarão os seus fiéis.
17. Ali, farei brotar a força de Davi; preparei uma lâmpada para o meu ungido.
18. Cobrirei de vexame os seus inimigos; mas sobre ele florescerá a sua coroa.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 131

1. SENHOR, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim.
2. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo.
3. Espera, ó Israel, no SENHOR, desde agora e para sempre.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 130

1. Das profundezas clamo a ti, SENHOR.
2. Escuta, Senhor, a minha voz; estejam alertas os teus ouvidos às minhas súplicas.
3. Se observares, SENHOR, iniqüidades, quem, Senhor, subsistirá?
4. Contigo, porém, está o perdão, para que te temam.
5. Aguardo o SENHOR, a minha alma o aguarda; eu espero na sua palavra.
6. A minha alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã.
7. espere Israel no SENHOR, pois no SENHOR há misericórdia; nele, copiosa redenção.
8. É ele quem redime a Israel de todas as suas iniqüidades.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 129

1. Muitas vezes me angustiaram desde a minha mocidade, Israel que o diga;
2. desde a minha mocidade, me angustiaram, todavia, não prevaleceram contra mim.
3. Sobre o meu dorso lavraram os aradores; nele abriram longos sulcos.
4. Mas o SENHOR é justo; cortou as cordas dos ímpios.
5. Sejam envergonhados e repelidos todos os que aborrecem a Sião!
6. Sejam como a erva dos telhados, que seca antes de florescer,
7. com a qual não enche a mão o ceifeiro, nem os braços, o que ata os feixes!
8. E também os que passam não dizem: A bênção do SENHOR seja convosco! Nós vos abençoamos em nome do SENHOR!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 128

1. Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos!
2. Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem.
3. Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa.
4. Eis como será abençoado o homem que teme ao SENHOR!
5. O SENHOR te abençoe desde Sião, para que vejas a prosperidade de Jerusalém durante os dias de tua vida,
6. vejas os filhos de teus filhos. Paz sobre Israel!

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 127

1. Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
2. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem.
3. Herança do SENHOR são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão.
4. Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade.
5. Feliz o homem que enche deles a sua aljava; não será envergonhado, quando pleitear com os inimigos à porta.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Visite também: pregacoesonline.com.br

Leitura do dia: Livro de Salmos: Capítulo 126

1. Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha.
2. Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles.
3. Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres.
4. Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe.
5. Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão.
6. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.

Participe comentando sobre este Salmo, enviando um testemunho ou contribuindo com alguma informação para edificação de outros irmãos e irmãs.

Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos.
Visite também: informedigital.com.br