Consequentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo.

Carta da missionária Ana Bel

Amados irmãos e amigos,
Graça e paz!

Estamos vivendo um tempo muito difícil aqui no Timor como igreja de Cristo. A perseguição tem aumentado a cada dia, ha duas semanas atrás, fui informado que o Presidente da Republica do Timor Leste fez um anuncio na televisão contra missionários brasileiros que vieram e conseguiram visto através do trabalho em alguma área do governo, mas que na verdade os seus alvos são implantação de igrejas e neste mesmo dia foi filmado uma das igrejas de uma Organização aqui sendo fechada. A pressão em cima do governo timorense tem sido muito grande, pois o evangélico tem crescido aqui.

Essa pressão também caiu em cima dos pastores timorenses que se reuniram na semana passada e decidiram cortar todos os laços de relacionamentos ministeriais com missionários brasileiros, pois pelo que parece não querem que o governo vire contra a igreja deles. Na semana passada na nossa igreja tivemos uma reunião para discutir o assunto, a qual é uma congregação de uma das igrejas timorenses, pois o pastor principal da igreja veio e disse que não poderíamos mais estar debaixo da igreja dele, devido às decisões tomadas na reunião dos pastores timorense, mesmo que ele não concordasse com tudo isso, mas ele precisava seguir avante, pois do contrario ele teria muitos problemas com as outras igrejas locais. Os nossos cultos estão sendo feito de portas fechadas agora.

No inicio deste ano, o nosso pessoal La do Weberek foi proibido de ensinar a Bíblia e ter o discipulado em nossa base, mas com isso as famílias que já estavam sendo discipuladas decidiram se reunir nas casas deles mesmo e com isso o grupo se multiplicou de uma forma tremenda.

O que ouvimos é que o presidente pediu ao povo para vigiar os missionários brasileiros e qualquer erro, contactar o governo, pois assim eles poderão fechar as portas da imigração para esses missionários, ou seja, não serão dados os vistos para esses missionários.

Gostaríamos de pedir as orações de vocês, como igreja do Senhor precisamos estar em unidade, então:

Ore pelo presidente da Republica, por sabedoria ao lidar com as pressões.

Ore pela igreja timorense, principalmente pelos pastores, contra espírito de medo, que e uma potestade que age com muita autoridade na igreja timorense.

Ore contra espírito de divisão no corpo de Cristo.

Ore por cada organização e por cada missionário aqui presente.

Ore pela sabedoria do Senhor nas nossas vidas.

Ore por Evilasio e por mim, pois vamos ter uma reunião com o presidente amanha.

Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos.
Visite também: informedigital.com.br